Melhores de 2008 – Parte III

Melhores filmes “antigos” vistos pela primeira vez este ano: A Beira do Mar Azul (Boris Barnet); L’Arriere Pays (Jacques Nolot); Caudecuc-Vampyr (Pere Portabella); Elegia de Osaka (Kenji Mizoguchi); The Iceman Cometh (Clarence Fok); O Insigne Ficante (Jairo Ferreira); Kindering (Stan Brahkage); Lola (Jacques Demy); As Luvas Mágicas (Martin Rejtman); A Marcha Nupcial (Eric Von Stroheim); Model Shop (Jacques Demy); Murder by Contract (Irving Lerner); My Brother’s Wedding (Charles Burnett); Nomad (Patrick Tam); Oh Uomo! (Yervant Gianikian/Angela Ricci-Lucchi); Paria (Nicolas Klotz); Ponte de Varsóvia (Pere Portabella); Subúrbios (Boris Barnet); Tom Tom The Piper’s Son (Ken Jacobs); O Vampiro da Cinemateca (Jairo Ferreira)

10) Dance Party, USA (Aaron Katz)

Eric Rohmer encontra King Vidor. O mais simples dos argumentos (rapaz se apaixona por garota, confessa seu maior pecado, faz o que é preciso para compensa-lo) com o mais exato dos olhares. E provavelmente custou um décimo da diária de alguns dos nossos elefantes brancos.

9) Diário dos Mortos (George Romero)

Ensaio sobre o visível.

8 ) Aquele Querido Mês de Agosto (Miguel Gomes)

O mais impressionante no filme de Gomes é como ele é capaz de sugerir ao mesmo tempo um completo frescor e liberdade e a cada nova visita se revelar uma obra tão cuidadosamente pensada.

7) O Canto dos Pássaros (Albert Serra)

Três homens munidos de uma certeza e uma relação de intimidade especial com o mundo. O sacro filmado sem nenhuma formalidade. O olhar de Serra parece constantemente maravilhado com tudo a sua volta.

6) Noite e Dia (Hong Sang-soo)

Nesta altura Hong Sang-soo já é um mestre que parece estar apenas a aperfeiçoar a sua obra. De novo, Noite e Dia apresenta “só” o grosso da ação se passar na França, mas exceção feita a Conto de Cinema talvez se trate do seu filme mais exato.

5) Tokyo Sonata (Kiyoshi Kurosawa)

Kurosawa aplica muito das lições aprendidas em anos lidando com o sobrenatural neste melodrama familiar aparentemente naturalista.

4) Gran Torino (Clint Eastwood)

Bem distante do Dirty Harry geriátrico prometido pelo material de divulgação, Gran Torino é uma versão revisionista se um tanto menos elegante de Os Imperdoáveis. Se é mesmo o último trabalho como ator do cineasta trata-se de uma despedida bem mais adequada que Menina de Ouro.

3) Profit Motive and the Whispering Wind (John Gianvito)

A política, as folhas e o vento.

2) Sparrow (Johnnie To)

Hong Kong filtrada pela câmera de Johnnie To em momento de melancolia agridoce à Demy.

1) Le Genou d’Artemide (Jean-Marie Straub)

Aqui.

21 Comentários

Arquivado em Filmes

21 Respostas para “Melhores de 2008 – Parte III

  1. Filipe, legal a lista, mas como vc inclui filmes vistos de diversas formas é difícil acompanhá-la. O Kurosawa e o Miguel Gomes entrarão na minha lista de melhores filmes vistos neste ano.

  2. Filipe

    Mas o top 10 é quase todo visto em cinema hehe

  3. Nossa, só vi o SPARROW. O do Romero tá aqui na minha frente e pretendo ver o mais rápido possível. O restante tenho que correr atrás. Acabei de publicar minha lista de melhores de 2008 no Viscera. Só que a maioria dos filmes é de 2007 pra baixo, estou sempre atrasado em relação a novidades…

  4. Filipe

    Mas você viu o Red Cliff que eu ainda não assisti.

  5. Jose Antonio

    O Homem de Ferro ficou ofuscado pela plasticidade de Hellboy 2 e pela polemica do Cavaleiro das Trevas,mas é o melhor cinema matinée que eu vi nos últimos 20 anos.Feliz ano novo,Filipe e parabens pela lista.

  6. Filipe

    Eu quase coloquei O Homem de Ferro entre as minhas menções honrosas.

  7. Carlos Gurgel

    Filipe,

    Chegou a assistir Happy-Go Lucky? Não foi bom o suficiente pra integrar a lista?

  8. Filipe

    Carlos, perdi quando passou no Festival do Rio. Mas não sou exatamente um entusiasta do Mike Leigh.

  9. Lucas

    E A Mulher Sem Cabeça?

  10. Filipe

    Acho A Mulher Sem Cabeça fraquinho.

  11. “Homem de Ferro” é o melhor filme de herói do ano.

  12. Jose Antonio

    Minha lista:Lista do Filipe+Homem de Ferro ou Lista de Filmes do Chico+ Appaloosa

  13. Filipe

    Daniel, A Questão Humana esta na relação dos filmes que eu tinha visto em 2007 que acompanhou a segunda parte da lista. Se eu tivesse feito uma lista tradicional seria um dos primeiros colocados.

  14. Ah, não havia antentado a este detalhe. Foi meu preferido de 2008 – ainda que devido à indisponibilidade não tenha visto praticamente nenhum de seus dez primeiros colocados.

  15. Já estou baixando SPARROW! Esse, acho que não vem pra cinema mesmo…

  16. Filipe

    Ailton, faz muito bem.

  17. Tiago

    Deu inveja da sua lista, Filipe. Queria muito ter visto metade desses filmes. Dos que vi, concordo com quase tudo.

  18. Filipe Furtado

    É para isto que o E-Mule e o Karagarga existem hehe

    Acho que do meu Top 10 só o Kurosawa, Serra e o Gomes ainda não tem como baixar (e certamente todos vão cair na rede cedo ou tarde, apesar de ter alguns outros lá para trás que eu tenho minhas duvidas).

  19. Grandes expectativas pro Gran Torino. No mais, muitas concordâncias e poucas discórdias da sua lista (pelo menos dos filmes que vi).

    Mas é verdade que tendo a concordar um pouco com o Gui uns posts abaixo – hj em dia sou defensor das listas pequenas.

  20. Achei o “Murder by Contract” poderosíssimo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s