Arquivo da tag: Lisandro Alonso

Melhores da década – Cinema Scope

O site da Cinema Scope está com a edição nova no ar com destaque para eleição de melhores da década.

1. Platforma (Jia Zhangke, 2000)
2. No Quarto de Vanda (Pedro Costa, 2001)
3. La libertad (Lisandro Alonso, 2001)
4. Los Angeles Plays Itself (Thom Andersen, 2003)
5. 13 Lakes (James Benning, 2004)
6. Evolution of a Filipino Family (Lav Diaz, 2004)
7. Yi Yi (Edward Yang, 2000)
8. Black Book (Paul Verhoeven, 2006)
9. Memorias de um Assassino (Bong Joon-ho, 2003)
10. Mulholland Drive (David Lynch, 2001)
Menções honrosas: Juventude em Marcha (Pedro Costa, 2006); A Morte do Sr. Lazarescu (Cristi Puiu, 2005); En La Ciudad de Sylvia (José Luis Guerín, 2007); O Intruso (Claire Denis, 2004); Three Times (Hou Hsiao-hsien, 2005); Sindromes e um Século (Apichatpong Weerasethakul, 2006).

As listas individuais com comentários estão no site.

3 Comentários

Arquivado em Links, Listas

Festival, dias 3 a 8

Festival. dias 3 a 8

O Bom, O Mau e o Bizarro (Kim Jee-Won,08) – **

Na Paisà.

Um Conto de Natal (Arnaud Deplaschin,08) – s/c

Gostei do que eu vi, mas o filme foi exibido numa copia péssima. A rever na Mostra.

Liverpool (Lisandro Alonso,08) – ****

Na revisão a última parte ganha mais força.

Aquele Querido Mês de Agosto (Miguel Gomes,08) – *****

Melhor filme do festival.

A Erva do Rato (Julio Bressane,08) – ****

Divertidíssimo.

Juventude (Domingos Oliveira,08) – **

Na Paisà.

A Viagem do Balão Vermelho (Hou Hsiao-Hsien,07) – ****

Na revisão segue não sendo um dos pontos altos da carreira do Hou, mas só por aquela cena com o afinador de piano o filme já séria foda.

Sobre o Tempo e a Cidade (Terence Davies,08) – ****

Na Paisà.

Feliz Natal (Selton Mello,08) – **

Melhor de imagem do que de texto. Pena o Selton escolher o irmão errado para centrar o filme.

Puffball (Nicolas Roeg,07) – **

Bizarro.

Boogie (Radu Muntean,08) – ***

Na Paisà.

Vicky Cristina Barcelona (Woody Allen,08) – **

Na Paisà.

Adoração (Atom Egoyan,08) – *

Se a intenção foi fazer uma auto-paródia a cotação é ****.

A Raiva (Albertina Carri,08) – *

Tem seus momentos quando se foca só nas crianças, mas o desejo de chocar trai o filme a todo momento.

Noite e Dia (Hong Sang-soo,08) – *****

Outra revisão. Obra-prima.

Deixe um comentário

Arquivado em Filmes