Cannes – Seleção Oficial

Filme de Abertura

Ridley SCOTT ROBIN HOOD H.C. 2h11

Competição

Mathieu AMALRIC TOURNÉE 1h51
Xavier BEAUVOIS DES HOMMES ET DES DIEUX 2h00
Rachid BOUCHAREB HORS LA LOI 2h11
Alejandro GONZÁLEZ IÑÁRRITU BIUTIFUL 2h18
Mahamat-Saleh HAROUN UN HOMME QUI CRIE 1h40
IM Sangsoo HOUSEMAID 1h46
Abbas KIAROSTAMI COPIE CONFORME 1h46
Takeshi KITANO OUTRAGE 2h00
LEE Chang-dong POETRY 2h15
Mike LEIGH ANOTHER YEAR 2h09
Doug LIMAN FAIR GAME 1h44
Sergei LOZNITSA YOU. MY JOY 1h50
Daniele LUCHETTI LA NOSTRA VITA 1h33
Nikita MIKHALKOV UTOMLYONNYE SOLNTSEM 2 2h21
Bertrand TAVERNIER LA PRINCESSE DE MONTPENSIER 2h15
Apichatpong WEERASETHAKUL LOONG BOONMEE RALEUK CHAAT 1h30

Un Certain Regard

Derek CIANFRANCE BLUE VALENTINE 1er film 1h34
Manoel DE OLIVEIRA O ESTRANHO CASO DE ANGÉLICA (Angelica) 1h34
Xavier DOLAN LES AMOURS IMAGINAIRES 1h35
Ivan FUND, Santiago LOZA LOS LABIOS 1h40
Fabrice GOBERT SIMON WERNER A DISPARU… 1er film 1h27
Jean-Luc GODARD FILM SOCIALISME 1h41
Christoph HOCHHÄUSLER UNTER DIR DIE STADT (The City Below) 1h45
Lodge KERRIGAN REBECCA H. (RETURN TO THE DOGS) 1h15
Ágnes KOCSIS PÁL ADRIENN (Adrienn Pál) 2h16
Vikramaditya MOTWANE UDAAN 1er film 2h18
Radu MUNTEAN MARTI, DUPA CRACIUN (Mardi, après Noël) 1h39
Hideo NAKATA CHATROOM 1h37
Cristi PUIU AURORA (Aurore) 2h59
HONG Sangsoo HA HA HA 1h56
Oliver SCHMITZ LIFE ABOVE ALL (La Vie avant tout) 1h40
Daniel VEGA OCTUBRE (Octobre) 1er film 1h23
David VERBEEK R U THERE 1h27
Xiaoshuai WANG RIZHAO CHONGQING (Chongqing Blues) 1h45

Fora da Competição

Woody ALLEN YOU WILL MEET A TALL DARK STRANGER 1h38
Stephen FREARS TAMARA DREWE 1h49
Oliver STONE WALL STREET – MONEY NEVER SLEEPS (Wall Street – l’argent ne dort jamais) 2h16
Séances de minuit :
Gregg ARAKI KABOOM 1h28
Gilles MARCHAND L’AUTRE MONDE 1h40
Séances spéciales :
Charles FERGUSON INSIDE JOB 2h00
Sophie FIENNES OVER YOUR CITIES GRASS WILL GROW 1h40
Patricio GUZMAN NOSTALGIA DE LA LUZ (Nostalgie de la lumière) 1h30
Sabina GUZZANTI DRAQUILA – L’ITALIA CHE TREMA 1h30
Otar IOSSELIANI CHANTRAPAS 2h05
Diego LUNA ABEL 1er film 1h20

Competição das mais desinteressantes que eu me lembro. Pelo numero de titulos devem anunciar mais uns 3 filmes, mas a impressão não é das mais promissoras.

Primeiro filme em competição de KIarostami desde O Vento nos Levará (não só em Cannes).

O processo de reabilitar a Un Certain Regard parece completo, mas como Fremaux não tem culhões para selecionar um numero suficiente de filmes interessantes veio ao custo de uma piora sensivel da seção principal.

Godard parece que optou pela Un Certain Regard, mas dado o desinteresse da selrção principal duro entender porque Puiu ou Hong estão aqui (vai ver Doug Liman era importante demais).

Agora aguardar pelo mais importante (a Quinzena).

8 Comentários

Arquivado em Programação

8 Respostas para “Cannes – Seleção Oficial

  1. valente

    eu fiquei bem curioso. mas pra quem cobre lá o pior é ver que a mania dos filmes de 2h – 2h30 pegou. isso é garantia de cansaço todo dia, pois a maioria destes passará às 8h30!

  2. valente

    e viva o Joe, com o único filme de 1h30 da competição! hehehe

    aliás, provavelmente as 3h de duração do Puiu pesaram contra ele na competição. e quanto ao Hong, o fato é que a crítica careta que cobre Cannes quase sempre diminui os filmes dele, e é inteligente (até e principalmente pro filme) colocá-lo fora de competição. vai quem quer.

  3. Filipe Furtado

    E os 2 filmes mais longos da competição são dos 2 piores cineastas!

  4. Curioso um filme dirigido pelo Mathieu Amalric na competição.

  5. Filipe Furtado

    Os outros 2 longas dele passaram na quinzena e tiveram criticas boas se não muito entusiasmadas.

  6. brunoamato

    Legal o Kiarostami em competição, mas será que as pessoas não colocam ele na categoria “sabemos que é gênio, vamos premiar outro?”

    Outra pergunta, mais importante: quem na competição é amigo do Tim Burton? (assim a gente já fica sabendo a Palma).

  7. Eduardo Aguilar

    Não sabia q. essa lógica da amizade em se tratando de premiação funcionava com Burton, mas convenhamos, é melhor do q. a lógica do Tarantino: “Escolho o que o meu patrão determinou”

  8. O processo de reabilitar a Un Certain Regard parece completo, mas como Fremaux não tem culhões para selecionar

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s