Arquivo da tag: Brian De Palma

Passion (Brian De Palma,2013)

Passion

O primeiro plano é de um laptop da Apple anunciando que estamos no terreno das imagens mercantilizadas e dispensáveis. Ainda mais que na maioria dos De Palmas é um filme de imagens desgastadas (até a trilha de Donnagio soa cansada) que se contrapõe a série de manequins prontos a aceitar seus papeis ensaiados (que Rachel McAdams essencialmente sugira sua personagem de Meninas Malvadas se fingindo adulta só reforça esta impressão), todas as relações desaguam na mesma farsa seja corporativo seja sexual.  É uma co-produção europeia tão apátrida quanto Femme Fatale, mas a sua falta de raiz revela aqui uma melancolia, o filme se agarra as suas locações em Berlim como se buscasse uma autenticidade que lhe ilude, como se o cinema lhe deixasse para trás.  É duro ser o mestre das imagens dispensáveis quando estas se tornam tão saturadas e casuais que se perdem em meio ao trivial. A segunda metade é menos um compêndio de greatest hits do diretor, do que o pesadelo do mesmo. Um filme cuja força emerge menos da sua triste familiaridade, mas da forma como em seus melhores momentos DePalma parece disposto a abraçar o último Lang e reduzir tudo a uma série de composições geométricas, todo a opulência do seu maneirismo reduzido a depuração dos filmes finais de mestre.

3 Comentários

Arquivado em Filmes