Top 50 Indiewire

Como sempre aproveito para postar a tradicional pesquisa com a critica americana feita pela Indiewire.
1. Horas de Verão (Assayas)
2. A Serious Man (Coen)
The Hurt Locker (Bigelow)
4. Bastardos Inglorios (Tarantino)
5. O Fantastico sr. Fox (Anderson)
6. 35 Doses de Rum (Denis)
7. A Mulher sem Cabeça (Martel)
8. Amantes (Gray)
9. Up (Docter)
10. Policia, Adjetivo (Porumboiu)
11. In the Loop (Ianucci)
12. Up in the Air (Reitman)
13. Seguindo em Frente (Kore-Eda)
14. As Praias de Agnes (Varda)
15. A Fita Branca (Haneke)
16. Você os Vivos (Andersson)
17. 24 City (Jia)
18. The Limits of Control (Jamursch)
19. Where the Wild Things Are (Jonze)
20. Bright Star (Campion)
O Sol (Sokurov)
22. Precious (Daniels)
23. Julia (Zoncka)
24. O Desinformante (Soderbergh)
25. Sonata de Tóquio (Kurosawa)
26. Hunger (McQueen)
27. Anticristo (Von Trier)
O Silêncio de Lorna (Dardenne)
29. An Education (Scherfig)
Avatar (Cameron)
31. O Dia da Transa (Shelton)
32. Beeswax (Bujalski)
33. Of Time and the City (Davies)
Inimigos Públicos (Mann)
35. A Single Man (Ford)
36. Noite e Dia (Hong)
Tulpan (Dvortsevoy)
38. Everlasting Moments (Troell)
39. Coraline (Sellick)
Três Macacos (Ceylan)
41. The Messenger (Moverman)
42. Revanche (Spielmann)
43. Tony Manero (Larrain)
44. Duplicity (Gilroy)
Il Divo (Sorrentino)
46. Liverpool (Alonso)
Treeless Mountain (Kim)
48. Anvil! The Story of Anvil (Gervasi)
49. 500 Dias com Ela (Webb)
Vicio Frenetico (Herzog)
Abraços Partidos (Almodovar)
The Girlfriend Experience (Soderbergh)

15 Comentários

Arquivado em Filmes, Listas

15 Respostas para “Top 50 Indiewire

  1. daniel

    e avatar? ja viu?

  2. Filipe Furtado

    Vi sim. Devo comentar nos proximos dias.

  3. brunoamato

    Os americanos gostaram mesmo do sr. Fox!

  4. buchinsky

    Trocaria “Revanche”, “Girlfriend Experience”, “Tony Manero”, “Policia, Adjetivo” e “A Mulher sem Cabeça” por “A Prophet”, “Vengeance”, “Thirst”, “Martyrs” e “Vencer”.

  5. caiolefou

    Engraçado Assayas só ganhar reconhecimento mundial agora, com um de seus filmes que é menos obra-prima (todos os 6 que vi são). Horas de Verão entra no meu top 3 do ano, e Amantes insuperável em 1º.

  6. Filipe Furtado

    Leandro, os criterios desta lista é de filmes lançados comercialmente lá acho que desta sua lista só o Thirst e Martyrs já saiu lá, tenho certeza que dos seus outros 3 pelo menos Audiard e o To beliscam uma posição na do ano que vem.

  7. Filipe Furtado

    Caio, tenho quase certeza que Irma Vep entrava facil numa lista dessas em 97, mas Horas é um filme bem agradavel e facil vira uma dessas escolhas unanimes sem dificuldades (a não ser que você seja a comissão do festival do Berlim), mesmo que ele tenha filmes certamente melhores.

  8. valente

    Horas de verão não é um filme agradável e fácil, a não ser pra quem não o entendeu (e, não, eu não estou dizendo isso como um ataque a vc, mas ao teor unanimista dos que vc insinua terem achado o filme isso).

    agora, sim, não nego: ele pode ser um filme que a maior parte destes votantes ou do público não entendeu de fato e preferiu ver como “agradável e fácil”. mas isso não torna o filme menos do que o que ele é, assim como a maioria dos espectadores de Babilônia 2000 ou Master gargalharem na sessão não diminui o que os filmes são (e claro que não me refiro aqui aos momentos realmente engraçados nesres filmes).

  9. Filipe Furtado

    Duda, o Coutinho é um bom exemplo do que eu quis dizer por agradavel e facil. É um bom filme para funcionar como crowd pleaser de uma cabine de imprensa com criticos do perfil certo.

  10. Moisés

    Horas de Verão está longe de agradável. Crowd Pleaser muito menos.

  11. valente

    tá, Filipe, mas eu não vou “aceitar” (so to speak, claro) que o filme seja relegado a esta categoria e pronto. porque ele não é isso.

  12. buchinsky

    Também estranhei a ausência do Ang Lee. Pelo jeito, os críticos não gostaram mesmo de “Aconteceu em Woodstock”.

  13. Tiago Superoito

    Também não consigo ver nada de crowd pleaser no Horas de Verão.

  14. brunoamato

    Obivamente não é mesmo um crowd pleaser, mas que muita gente o entendeu assim, eu não tenho dúvida.

  15. Rudá

    Bom, de qualquer maneira, ainda acho uma surpresa ele estar em primeiro.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s