Mestres

A chance de ver novos filmes de mestres como Chabrol e Resnais no mesmo dia é rara. É uma aula de mise en scene. O filme do Resnais é o mais radical dele em muito tempo cheio de imagens preciosas, mas algo na simplicidade de Bellamy contagiante. Cada vez me impressiona mais a obra recente de Chabrol. Bellamy é todo marcado por ações prosaicas em meio à trama central e há uma precisão formidável na forma como Chabrol posiciona a câmera enquanto Depardieu segue as atividades mais banais. Os filmes de Chabrol dos últimos 15 anos depuram a mise en scene como poucos em todo o cinema, escrevi certa vez que eu A Dama de Honra seria um grande filme se composto só por Benoit Magimel entrando e saindo de um carro e eu veria 5 horas de Depardieu pausando para um café desde que filmado por Chabrol.

2 Comentários

Arquivado em Observações

2 Respostas para “Mestres

  1. El mejor film de Chabrol en toda la década junto a “La fleur du mal” y quizá por encima. En muchos aspectos, supone una deliciosa vuelta a sus films de los 70 y casi deriva al giro final de “Witness for the prosecution” si no fuera porque es al fin y al cabo, como siempre, un film de familias, inconexas, rotas.
    Excelentes Depardieu y Bunel.

  2. Raul Arthuso

    Também fiquei com essa impressão ao ver A Comédia do Poder, uma trama meio policial só que as coisas não andam como “deveriam”. É filme de entradas e saídas de salas e paradas para conversas, cigarros e cafés.
    E queria saber se você sabe a quantas andam os novos filmes do Rivette que até agora não deram as caras por aqui (pelo menos em SP)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s