Festival do Rio

A lista completa do Festival do Rio sai na Quinta, mas enviaram uma primeira versão para a imprensa. Alguns filmes de interesse:
Abraços partidos (Los Abrazos Rotos), de Pedro Almodóvar (Espanha)
Mother (Madeo), de Bong Joon-ho (Coréia do Sul)
London River (London River), de Rachid Bouchareb (França)
Barba Azul (Barbe Bleue), de Catherine Breillat (França)
O segredo dos seus olhos (El secreto de sus ojos), de Juan José Campanella (Argentina)
Brilho de Uma Paixão (Bright Star), de Jane Campion (Reino Unido)
35 Doses de Rum (35 Shots of Rum), de Claire Denis (França)
When you’re strange, de Tom DiCillo (Estados Unidos)
Eu matei a minha mãe (J’ai tué ma mère), de Xavier Dolan (Canadá)
Julie & Julia, de Nora Ephron (Estados Unidos)
Coco antes de Chanel (Coco avant Chanel), de Anne Fontaine (França)
Mais tarde, você vai entender… (Plus tard, tu comprendras…), de Amos Gitaï (França)
O rei da fuga (Le roi de l’evasion), de Alain Guiraudie (França)
The White Ribbon (Das weiße Band), de Michael Haneke (Alemanha)
O pai dos meus filhos (Le père de mes enfants), de Mia Hansen-Love (Alemanha)
Maradona (Maradona by Kusturica), de Emir Kusturica (Espanha)
Viagem aos Pireneus (Le Voyage aux Pyrénées), de Jean-Marie, Arnaud Larrieu (França)
Aconteceu em Woodstock (Taking Woodstock), de Ang Lee (Estados Unidos)
Histórias extraordinárias, de Mariano Llinás (Argentina)
Distante Nós Vamos (Away We Go), de Sam Mendes (Estados Unidos)
Corações em Conflito (Mammoth), de Lukas Moodysson (Suécia)
Fais-moi Plaisir (Fais-moi Plaisir!), de Emmanuel Mouret (França)
The Chaser (Choo Gyeok Ja), de Hong-jin Na (Coréia do Sul)
Singularidades de uma rapariga loura, de Manoel de Oliveira (Portugal)
Ricky (Ricky), de François Ozon (França)
Sede de Sangue (Bak-Jwi), de Park Chan-wook (Coréia do Sul)
Les Herbes Folles, de Alain Resnais (França)
Morrer como um homem, de João Pedro Rodrigues (Portugal)
A casa Nucingen (La Maison Nucingen), de Raoul Ruiz (França)
O maravilhoso mundo da lavanderia (Die Wundersame Welt der Waschkraft), de Hans-Christian Schmid (Alemanha)
American Boy: o retrato de Steven Prince (American Boy: A Profile of Steven Prince), de Martin Scorsese (Estados Unidos)
O dia da transa (Humpday), de Lynn Shelton (Estados Unidos)
O Desinformante! (The informant!), de Steven Soderbergh (Estados Unidos)
Che 2 – A Guerrilha, de Steven Soderbergh (Espanha)
A próxima estação (La próxima estación), de Fernando E. Solanas (Argentina)
Bastardos Inglórios (Inglourious Basterds), de Quentin Tarantino (Estados Unidos)
Tyson, de James Toback (Estados Unidos)
As praias de Agnes (Les Plages d’Agnès), de Agnès Varda (França)
Doce perfume (Sweet Rush), de Andrzej Wajda (Polônia)
(500) Dias com ela ((500) Days of Summer), de Marc Webb (Estados Unidos)
A Doutrina de Choque (The Shock Doctrine), de Michael Winterbottom, Mat Whitecross (Reino Unido)
A batalha dos 3 reinos (Chi Bi), de John Woo (China)
Nova York, Eu Te Amo (New York, I Love You), de Mira Nair, Fatih Akin, Yvan Attal, Allen Hughes, Shekhar Kapur, Shunji Iwai, Joshua Marston, Natalie Portman, Brett Ratner, Wen Jiang, Randall Balsmeyer (França)

Atualizando:
Salamandra, de Pablo Aguero (Argentina)
The Burning Plain, de Guillermo Arriaga (México)
Un Prophète, de Jacques Audiard (França)
Vincere, de Marco Bellocchio (Itália)
Distrito 9, de Neill Blomkamp (África do Sul)
Tokyo!, de Bong Joon Ho, Michel Gondry, Leos Carax (Japão)
Erótica Aventura, de Jean-Claude Brisseau (França)
White Material, de Claire Denis (França)
Tulpan, de Sergey Dvortsevoy (Cazaquistão)
Porco cego quer voar, de Edwin (Indonésia)
Lake Tahoe, de Fernando Eimbcke (México)
Bad Lieutenant: Port of Call New Orleans, de Wener Herzog (Estados Unidos)
Momma’s Man, de Azazel Jacobs (Estados Unidos)
24 City, de Jia Zhang-ke (China)
Os Vigaristas, de Rian Johnson (Estados Unidos)
Ainda a Caminhar, de Hirokazu Kore-Eda (Japão)
Uma vida nova em folha, de Ounie Lecomte (Coreia do Sul)
Independencia, de Raya Martin (Filipinas)
Como desenhar um circulo perfeito, de Marco Martins (Portugal)
Doze Jurados e Uma Sentença, de Nikita Mikhalkov (Rússia)
The Messenger, de Oren Moverman (Estados Unidos)
Uma barragem contra o Pacífico, de Rithy Pahn (França)
Jericó, de Christian Petzold (Alemanha)
Politist, Adjectiv, de Corneliu Porumboiu (Romenia)
Tiro na cabeça, de Jaime Rosales (Espanha)
An Education, de Lone Scherfig (Inglaterra)
The Time That Remains, de Elia Suleiman (Palestina)
Polytechnique, de Denis Villeneuve (Canada)
Tales from the Golden Age, coletivo (Romenia)

18 Comentários

Arquivado em Filmes

18 Respostas para “Festival do Rio

  1. brunoamato

    Alguns? Eu diria que tem um pouco mais que isso.

  2. Tiago Superoito

    Ué, Che 2 estreia sexta.

  3. Filipe Furtado

    Eu tendo qa colocar nestes posts tudo que acho que possa interessar a alguem. Os meus intreresses mesmo são uins 20 filmes.

  4. Tiago Superoito

    A lista não tá mto boa não. Muitas coisas óbvias e filmes que estão para estrear. Mas tenho fé na Mostra de SP.

  5. Filipe Furtado

    Provavelmente não no Rio.

  6. “A Batalha dos 3 Reinos” é a versão completa ou só a primeria parte ?

  7. Filipe Furtado

    O press release de hoje não tem tempos, então só tenho como te responder na quinta, mas eu temo que seja a versão comprimida para mercado internacional.

  8. Tirando os destaques de Cannes, só um ou outro mais interessante

  9. brunoamato

    Do jeito que o Filipe colocou, parecia que a lista é um desastre, não acho que seja. Podia ser melhor, de qualquer forma. Dedos cruzados pra mostra sp.

  10. Filipe Furtado

    Uns 20 filmes muito interessantes não é um numero ruim. Dá fácil com esta lista de ver 35-45 filmes sem apelar para tapa buracos, algo que era impossivel na Mostra do ano passado, por exemplo.

  11. Pingback: Twitter Trackbacks for Festival do Rio « Anotacões de um Cinéfilo [anotacoescinefilo.com] on Topsy.com

  12. Davi Donato

    Blind pig who wants to fly num te interessou não? O Tioseco enchia a mó bola desse tal de Edwin… e pelo trailer acho que vale conferir. é das poucas coisas da mostra expectativa que de fato gera alguma expectativa rsrs

  13. Filipe Furtado

    Estava na minha pequena lista de filmes para pesquisar a respeito. Vi o trailer agora e vai para a lista de filmes a ver.

    Agora ter expectativa pela maioria dos filmes da Expectativa é esperar muito do festival rsrs

  14. Numa lista que recebi antes tinha o “Bad Liutenant”, do Herzog. Parece que caiu.

  15. Davi Donato

    Herzog voltou: http://www.visualnethost2.com.br/festrio/2009a/web2/lista_filmes_sem_prog.asp?escolha=1&aprovado=LIBERADO&id_mostra=0&submit=Buscar

    ainda não olhei com calma, mas minha lista de filmes que quero muito ver ganhou pelo menos mais uns dez títulos nessa lista atualizada 🙂

  16. Filipe Furtado

    Aumentou muito mesmo.

  17. Tiago Superoito

    Ah, agora melhorou.

  18. O filme do Brisseau ganhou um título bem chamativo. hehehe. Se passar no circuito comercial e em película eu revejo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s