Arquivo da tag: Chris Marker

Chat Perchés (Chris Marker,04)

Eu adoro La Jetee e O Fundo do Ar é Vermelho, mas Marker geralmente está no seu melhor justamente quando parece estar mais relaxado só catalogando observações e imagens (até porque Marker segue com uma incrível capacidade de registrar tudo com olhares impressionados). Chat Parchés poder ser encarado como um pequeno epílogo para O Fundo do Ar é Vermelho, mas a experiência me lembrou sobretudo Le Mysterie Koumiko um sublime ensaio sobre cultura japonesa que Marker realizou em meados dos anos 60. É um diário da vida publica parisiense entre o final de 2001 e meados de 2003; por vezes bem humorado e esperançoso, em outros momentos amargo e ácido, mas que conserva sempre o mesmo frescor de olhar. O filme é conduzido pela obsessão de Marker por uma série de pichações de gatos que se espalham pelas paredes de Paris, mas encontra tempo para tratar de tudo das eleições locais, a manifestações de protestos de todo o tipo até a Copa do Mundo (aquela em que a seleção francesa não marcou um gol). Tudo unido pela personalidade de Marker que mesmo nos seus momentos mais mau-humorados (“torcer por 11 milionários correndo atrás de uma bola”) permanece sempre muito próximo do que o filma.

3 Comentários

Arquivado em Filmes