Heinz Emigholz

HE_imagem_poster “Memorando ao É Tudo Verdade: façam uma retrospectiva do Emigholz que pela primeira vez eu até me esforçaria em cobrir o evento de vocês.”  — Escrevi isso no fim de 2008 aqui mesmo no blog e fico contente que quase 7 anos finalmente uma retrospectiva de Emigholz finalmente aporte nos cinemas paulistanos. Graças a parceria do Goethe Institute com CCSP e os esforços do Aaron Cutler, Mariana Shellard e Mila Zacharias que estão tentando organizando o evento já tem algum tempo.

Emigholz é dos documentaristas mais interessantes em atividade e a sua série “Photography and beyond” no qual investiga obras arquitetônicas desde 1984 merece ser bem mais conhecido. É a primeira vez que os filmes dele passam por aqui.

A mostra vai de 30 de Julho a 13 de Agosto no CCSP com uma perna menor no Instituto Moreira Salles no Rio de 8 a 16 de Agosto. O próprio Emigholz vai estar presente e participar de uma conversa com Aaron e um debate comigo e Renato Cymbalista.

Um trecho de Schindler’s Houses:

Segue abaixo o press release e a programação de SP: ARQUITETURA COMO AUTOBIOGRAFIA: FILMES DE HEINZ EMIGHOLZ

Convidamos a todos para a mostra Arquitetura como autobiografia: Filmes de Heinz Emigholz, que ocorrerá entre os dias 30 de Julho e 13 de Agosto, no Centro Cultural São Paulo (CCSP). Com 24 filmes, entre longas e curtas metragens, esta mostra é a maior retrospectiva de filmes do celebrado artista e cineasta alemão Heinz Emigholz fora da Alemanha. Todos os filmes são inéditos no Brasil e serão apresentados em seus formatos originais de projeção (35mm, DCP e arquivo digital em alta resolução). A retrospectiva ainda conta com a presença do diretor para dois eventos abertos ao público: uma conversa com o curador Aaron Cutler, e um debate com o crítico de cinema Filipe Furtado e o professor e urbanista Renato Cymbalista.

Há mais de vinte e cinco anos Emigholz procura transmitir a passagem do tempo no cinema através da arquitetura. Seus filmes apresentam passeios contemporâneos por edifícios e outros espaços arquitetônicos, mostrando como são habitados e como foram transformados por seus usuários ao longo de sua história. Os filmes focam trabalhos de arquitetos modernistas como Louis Sullivan, Rudolph Schindler, Pier Luigi Nervi, Auguste e Gustave Perret, entre outros. Estes arquitetos e suas obras são apresentados a partir de um ponto de vista pessoal, oferecendo ao espectador um recorte sobre a herança que o século XX deixou ao século XXI.

O programa consiste na série em processo Fotografia e além e dois importantes precursores, sendo que um deles, O prado das coisas, terá sua estreia internacional em uma nova restauração em DCP durante a mostra. Seus outros filmes participaram de inúmeros festivais internacionais em cidades como Berlim, Buenos Aires, Jerusalém, Locarno, Nova Iorque, Roterdã, Toronto e Viena.

Com curadoria de Aaron Cutler e Mariana Shellard, Arquitetura como autobiografia: Filmes de Heinz Emigholz é produzida pela Anamauê Artes Visuais com realização do Goethe Institut e do Centro Cultural São Paulo (CCSP).

Dia 30 de Julho

17h: Perret na França e Argélia (110min, DCP)

19h30: A pista de pouso (112min, DCP)

Dia 31 de Julho

17h: Parabeton – Pier Luigi Nervi e o concreto romano (100min, DCP)

19h30: Dois museus (18min, DCP) / O prado das coisas (88min, DCP)

Dia 1 de Agosto

15h30: A base da maquiagem I (20min, 35mm) / A base da maquiagem II (48min, 35mm) / A base da maquiagem III (26min, 35mm)

17h30: O bando sagrado (89min, 35mm)

19h30: Conversa entre Heinz Emigholz e Aaron Cutler

Dia 2 de Agosto

15h30: Os bancos de Sullivan (38min, 35mm) / As pontes de Maillart (24min, 35mm)

17h: Perret na França e Argélia (110min, DCP)

19h30: A pista de pouso (112min, DCP)

Dia 4 de Agosto

17h30: Loos ornamental (72min, 35mm)

19h30: As casas de Schindler (99min, 35mm)

Dia 5 de Agosto

17h: Dois museus (18min, DCP) / O prado das coisas (88min, DCP)

19h30: Parabeton – Pier Luigi Nervi e o concreto romano (100min, DCP)

Dia 6 de Agosto

17h30: O bando sagrado (89min, 35mm)

19h30 : Debate entre Heinz Emigholz, Renato Cymbalista e Filipe Furtado, com moderação de Aaron Cutler

Dia 7 de Agosto

17h30: A base da maquiagem I (20min, 35mm) / A base da maquiagem II (48min, 35mm) / A base da maquiagem III (26min, 35mm)

19h30: Loos ornamental (72min, 35mm)

Dia 8 de Agosto

15h30: Uma série de pensamentos (91min, ProRes)

17h30: Dois projetos de Frederick Kiesler (16min, ProRes) / A caverna de D’Annunzio (52min, ProRes)

19h30: Goff no deserto (110min, 35mm)

Dia 9 de Agosto

15h30: Miscelânea I (20min, 35mm) / Miscelânea II (19min, 35mm) / Miscelânea III (22min, 35mm)

17h: As casas de Schindler (99min, 35mm)

19h30: Os bancos de Sullivan (38min, 35mm) / As pontes de Maillart (24min, 35mm)

Dia 11 de Agosto

17h: Dois projetos de Frederick Kiesler (16min, ProRes) / A caverna de D’Annunzio (52min, ProRes)

19h: Sentido da arquitetura (168min, ProRes)

Dia 12 de Agosto

17h30: Uma série de pensamentos (91min, ProRes)

19h30: Goff no deserto (110min, 35mm)

Dia 13 de Agosto

17h30 : Miscelânea I (20min, 35mm) / Miscelânea II (19min, 35mm) / Miscelânea III (22min, 35mm)

19h: Sentido da arquitetura (168min, ProRes)

Deixe um comentário

Arquivado em Filmes

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s